sábado, 1 de março de 2014

Mariana viajando na maionese de madrugada...


Sabe quando, no meio de um almoço em família, ouvindo histórias sobre parentes que você não chegou a conhecer ou era nova demais para se lembrar deles, você se pega com um sentimento de saudades? Daí eu penso, como assim saudades de quem eu nem se quer conheci? Pois é exatamente isso, não sei se acontece com vocês, mas comigo é sempre assim, eu capto a carga afetiva que emana da pessoa que está contando as histórias de seus tios, pais, avós, irmãos. Histórias da infância, da cidade em que cresceram, de quando eram jovens. E eu fico pensando como seria legal eu ter conhecido algumas pessoas, como seria bom se eu lembrasse de outras...
Ainda bem que tenho quem conte histórias sobre a família, sobre as fotos, se não essa foto aí em cima seria apenas mais uma foto de família, de um tempo estranho e distante, sem muito significado... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário